Avaliação da Gordura Visceral (ou Tecido Adiposo Visceral – TAV) por meio da Densitometria de Composição Corporal


Dizemos que uma pessoa tem aumento de gordura na região androide quando este acumulo ocorre no abdome. Por outro lado, acúmulo de gordura ginóide é aquela que está principalmente nos glúteos e nas coxas.
A gordura abdominal denominada androide, ilustrada na figura abaixo, é composta por dois tipos principais: 1- tecido adiposo visceral (TAV) e 2- tecido adiposo subcutâneo (anterior e posterior).
A Gordura Visceral, também chamada de Tecido Adiposo Visceral (TAV), é um tipo específico de gordura, que se localiza na parte interna do abdome, entre os órgãos e tem importância clínica, pois se relaciona com várias doenças. Ela é calculada subtraindo-se a quantidade total de gordura na região androide menos a quantidade de gordura subcutânea.
Já o tecido adiposo subcutâneo (TAS) localiza-se na parte da frente do abdome e nas costas e tem importância principalmente estética.

Como é feito?
O exame é feito no próprio aparelho de densitometria convencional, entretanto, há necessidade de um software especial chamado CoreScan.

Quem deve fazer?
1 Pessoas com sobrepeso ou obesidade.
2 Pessoas com resistência à insulina, diabetes, síndrome metabólica, dislipidemia, hipertensão ou doenças cardiovasculares.
3 Pessoas com HIV.
4 Pacientes em uso de corticoide.
5 Acompanhamento pré e pós cirurgia bariátrica.
6 Para estratificação do risco cardiovascular, complementando a estratificação clínica habitual.
7 Acompanhamento pré e pós procedimentos estéticos sobre gordura abdominal (ex. coolsculpting).

INSTITUTO MARINGÁ DE IMAGEM

Av. Curitiba, 211 - Zona 04,
Maringá - PR, CEP 87014-130

Telefone

(44) 3033.5500

Horário:

De segunda a sexta das 6:45 as 21:00 hs
Aos sábados das 6:45 as 16:00

INSTITUTO CARLOS AMÉRICO DE IMAGEM

Rua Néo Alves Martins, 3283 - Zona 01,
Maringá - PR, CEP 87013-060

Telefone

(44) 3033.5500

Horário:

De segunda a sexta das 7:00 as 18:00 hs
Aos sábados das 7:00 as 12:00